CachaçaTeor alcoólico da Cachaça

https://www.cachacadesabor.com.br/wp-content/uploads/2021/05/teor-alcoolico.jpeg

Todas as bebidas alcoólicas postas no mercado para a venda têm por obrigação de apresentar no rótulo informações nutricionais incluindo qual o teor alcoólico da cachaça.

No artigo de hoje, vamos falar sobre como é feito a medida de graduação alcoólica, etapas da produção de cachaça e conceitos.

O consumo de bebidas  tem aumentado a cada ano que passa, principalmente agora em época de pandemia, onde as pessoas evitam o quanto podem de sair de casa, inclusive de ir em bares e restaurantes, os momentos de happy hour agora normalmente são feitos em casa.

Pesquisas têm sido feitas e indicam que a situação de estresse gerada pela pandemia contribuiu para o aumento do consumo de álcool.Quando o assunto é a produção de cachaça, existem critérios rigorosos a serem seguidos.

São feitas inúmeras análises para verificar se a bebida tem a qualidade que o mercado exige para entrar em larga produção.

Como é medido o teor alcoólico da cachaça?

Geralmente o ministério da agricultura, pecuária e abastecimento (MAPA), que coordenam esse tipo de análises para medir o teor alcoólico da cachaça e o processo basicamente é bem simples:

  • Primeiro deve ser medido a densidade da bebida alcoólica. A densidade é definida como a razão entre a massa e o volume.
  • A presença e a quantidade de álcool na mistura (bebida) afeta diretamente a densidade, ou seja, quanto mais álcool, menor a densidade da mistura.
  • Densímetro é um equipamento muito utilizado para medir a densidade de alguns líquidos, é semelhante a um termômetro, ele flutua na superfície da mistura e aponta para a densidade medida.
  • A densidade dos líquidos pode sofrer interferência da temperatura do meio ambiente, por isso devem ser feitas em ambientes com temperaturas controladas, geralmente a 20°C.
  • O resultado apontado no densímetro é comparado aos resultados da tabela que o MAPA disponibiliza, essas tabelas fazem a relação da densidade com o teor alcoólico e nos dão um resultado em porcentagem.

Todos os postos de combustíveis possuem um densímetro de fácil acesso a qualquer pessoa, através dele se mostra a densidade (qualidade) do combustível álcool vendido por ele naquele posto. O princípio é o mesmo utilizado para verificar o teor alcoólico da cachaça.

Etapas da produção de cachaça

Nesse tópico vamos abordar como são as etapas de produção dessa bebida tão importante e tão saborosa quanto a cachaça.

1 – Na primeira etapa observa se a matéria prima em si, a cana de açúcar. Geralmente são utilizadas canas de cinco espécies para a produção da cachaça, essas espécies são utilizadas principalmente por apresentar auto teor de açúcar em sua composição bem como a facilidade e a qualidade da fermentação da garapa.

2 – A segunda etapa nada mais é que o processo mecânico de moer a cana já madura e limpa. Nessa fase separa-se a garapa do bagaço, esse bagaço geralmente é utilizado no alambique para aquecer as fornalhas. O garapa é filtrada.

3 – A etapa de fermentação, como cada qualidade de cana apresenta um teor diferente de açúcar, é preciso ter uma garapa bem homogênea antes de adicionar substâncias para que ocorra a fermentação. Aqui ocorre também adição de água potável, farelo de arroz e fubá de milho ao caldo da cana para fermentar a bebida com a ação das leveduras.

Geralmente esses procedimentos ocorrem em ambientes com temperaturas controladas a mais ou menos 25°C. Essa mistura preparada é armazenada em dornas (de madeira, aço ou plástico) por cerca de 24 horas.

4 – A quarta etapa é a destilação do fermentado produzido na etapa 3, ocorre com a fervura do caldo, os vapores produzidos na fervura da garapa, são condensados por um processo de resfriamento produzindo o álcool etílico, os primeiros 10% do álcool produzido é chamado de cabeça e os últimos 10% é conhecido como a cauda.

Tanto a cabeça como a cauda são eliminadas dos processos seguintes por apresentarem toxinas em sua composição.

5 – A etapa final da produção da cachaça é o envelhecimento, esse processo serve para aprimorar e aumentar a qualidade do produto final.

A estocagem pode ser feita em barris gigantes de madeira onde permanecem em reações químicas. Os barris de madeira podem alterar a cor e sabor da cachaça dependendo da qualidade da madeira utilizada para fazer o barril. Podem ser usadas madeiras de carvalho, cedro, umburana e bálsamo por exemplo.

Qual a diferença entre cachaça, pinga e água ardente?

Veja abaixo as principais diferenças entre cachaça, pinga e aguardente!

  • Água ardente

Como o próprio nome diz água que arde, ou água de fogo, geralmente esse termo é usado em bebidas que primeiro passam por processo de fermentação e posteriormente são destiladas.

No mercado atual, podemos encontrar água ardente fabricada com diferentes matérias primas, como arroz, milho, cevada, batata, beterraba, uva, cana de açúcar e etc.

Alguns países possuem sua própria água ardente, por exemplo, o pisco chileno, é uma água ardente fabricada à partir da uva.

A água ardente pode ser comercializada misturada com mel, ou outros componentes e quando elas são misturadas são vendidas como aguardente composta.

O teor alcoólico da água ardente varia em torno de 38% a 54%.

  • A cachaça

A cachaça pode ter menor teor alcoólico que a aguardente variando de 38% a 48%.

Ela é obtida a partir da destilação do mosto fermentado da garapa.

Caso a bebida produzida não se encaixe nas definições padrões e na graduação alcoólica ela só pode ser comercializada como aguardente e não como cachaça.

  • A pinga

Á palavra pinga se deu ao processo de destilação, formando vapores de álcool depois de passar pelo processo de resfriamento se condensavam e formavam pingos.

Em algumas regiões a cachaça de menor qualidade recebe o nome de pinga.

A Cachaça de Sabores oferece para você as melhores cachaças de Minas Gerais, você pode ter acesso aos produtos que são oferecidos, o preço e ainda podem fazer o pedido diretamente do site, aproveite!

Geralmente o que diferencia a cachaça, a pinga e a aguardente é o teor alcoólico da cachaça que é definido e regulamentado para ser vendido como cachaça, é um procedimento padronizado.

×