CachaçaSaiba tudo sobre a Pitu cachaça

https://www.cachacadesabor.com.br/wp-content/uploads/2021/07/Pitu-cachaca_00001.jpg

Para quem gosta de uma boa cachaça, não pode ficar sem conhecer a pitu cachaça.

Afinal, quando o tema é aguardente, a capitã vem para mostrar que entende bem do assunto.

Se você quer saber tudo sobre essa saborosa cachaça, não deixe de acompanhar este texto até o final.

Nele, vamos abordar vários pontos sobre essa bebida, como a origem, o modo de produção, o teor alcoólico, sabor e muito mais.

Por isso, não perca mais tempo e venha com a gente. Sem mais delongas, vamos ao que interessa. Boa leitura!

Pitu cachaça

Pitu cachaça, como tudo começou

A Pitú é uma das indústrias de bebidas que mais tem tradição no Brasil.

A sede da empresa está localizada na cidade de Vitória de Santo Antão, no estado de Pernambuco, região nordeste do país.

Essa região é conhecida pela alegria contagiante e pelo clima tropical, que acaba sendo predominante, praticamente, nos 12 meses do ano.

O pitu cachaça fez tanto sucesso como marca que acabou expandindo tanto em qualidade, como em tradição.

Foi no início da década de 30, que os donos da pitu iniciaram a produção dessa deliciosa cachaça.

Nessa época, existia um riacho que se chama PITU e que cortava, de fora a fora, as plantações de cana de açúcar localizadas em Vitória de Santo Antão.

O nome do riacho se deve ao fato da existência da enorme quantidade de crustáceos Pitu nesta região.

Desse modo, os fundadores da indústria resolveram fazer uma homenagem ao crustáceo, nomeando a cachaça de pitu.Pitu cachaça

Pitú como representante da bebida típica brasileira

A Pitú carrega um rótulo que tem uma arte semelhante àquela desenvolvida por Henrique de Holanda, um amigo da família que fez o primeiro rótulo no ano de 1944, o qual tinha a figura do camarão.

Desse modo, o rótulo atravessou gerações e perpetuou o símbolo da indústria.

A gestão

A pitu cachaça foi fundada no ano de 1938 pelas famílias de sobrenome Candido Carneiro e Ferrer de Morais.

Desde então, a empresa é conduzida por meio de uma gestão familiar.

Esse fato fez com que a produção de cachaça se mantivesse por décadas e se consolidasse como uma boa cachaça no Brasil e mundialmente.

A expansão para fora do Brasil

A Pitu foi a primeira indústria do segmento a exportar cachaça.

Ao longo de 1970, a Pitu iniciou as exportações para o continente europeu.

Em seguida, na década de 80, começou a exportar para o mercado norte-americano.

Atualmente, a pitu cachaça preenche as prateleiras de bebidas de mais de 50 países.

Essa presença marcante fez da marca de cachaça como uma das mais consumidas no planeta.

Hoje, a indústria tem uma linha produtiva que permite a fabricação de quase 100 milhões de litros por ano.

Dentre os produtos fabricados, se incluem:

  • A cachaça tradicional, ideal para beber pura ou misturada em uma boa caipirinha;
  • A Pitú-cola, uma cachaça inovadora e bem refrescante;
  • A Pitú Gold, que representa a versão premium da cachaça;
  • A Pitú Vitoriosa, que foi produzida para homenagear a cidade onde a cachaça foi criada, Vitória de Santo Antão.

Com essa linha de produção, a Pitu lidera o mercado consumidor nordestino, bem como o mercado internacional.

Além disso, a empresa encabeça a vice-liderança no mercado do Brasil.Pitu cachaça

Terra da cachaça e do carnaval

Pernambuco é conhecido por ser um estado brasileiro cheio de riqueza cultural.

O estado é conhecido como a terra que combina cachaça e carnaval.

No quesito cachaça, Pernambuco está bem representada pela pitú.

Centro de Visitação – Pitu cachaça

O Centro de Visitação foi inaugurado em 06 de junho de 2014.

Este centro integra a estrutura industrial da cachaça, contando com uma exposição com diversos atrativos, tais como vídeos e fotos que relatam toda a trajetória da pitu cachaça.

Além disso, os visitantes têm a chance de visitar o primeiro alambique que foi utilizado pela indústria.

A pitú cachaça

A pitú cachaça tem sua produção a partir da cana-de-açúcar colhida de forma recente, fazendo da marca uma verdadeira representante da boa e tradicional cachaça brasileira.

A indústria conta com um controle de qualidade bastante rígido, conduzido por profissionais altamente capacitados.

Além disso, a cachaça é submetida a um procedimento totalmente natural de descanso nos diversos tonéis de madeira, conferindo à bebida um sabor e um aroma exclusivos.

A marca carrega ainda a grande vantagem de Pernambuco ser um estado que se destaca na produção de cana-de-açúcar e de cachaça no país.

Processo de produção da pitu cachaça

O processo de produção se inicia pela plantação da cana-de-açúcar, realizada em solo massapê, bem típico do nordeste brasileiro.

Esse tipo de solo é responsável por enriquecer a cana-de-açúcar, garantindo a característica especial da pitu cachaça.

Logo em seguida, vem a fase da colheita, realizada por meio do corte manual por conta da topografia acidentada do terreno.

O prazo de maturação da cana-de-açúcar é de aproximadamente 1 ano.Pitu cachaça

Cada muda plantada tem capacidade de gerar, em média, 5 safras, sendo que cada safra tem duração de 1 ano.

Depois, vem o processo de moagem, fase em que a cana-de-açúcar passa por 4 ternos de moendas, que são os tambores responsáveis por extrair o caldo da cana.

Em seguida, o caldo passa pela fermentação com leveduras altamente selecionadas.

No próximo passo, a pitu cachaça passa por uma destilação simples. Tal fase é responsável por produzir o aroma característico da cachaça.

Logo após, vem a padronização, fase em que o mestre destilador faz o blend da pitu cachaça, garantindo que a bebida fique padronizada, ou seja, que cada garrafa tenha, exatamente, o mesmo sabor e aroma.

Em seguida, a bebida passa por uma fase de descanso em tonéis de madeira feita de bálsamo. Esse descanso é que garante que a bebida fique com um sabor suave e agradável.

Por fim, a pitu cachaça é engarrafada nos mais variados tamanhos e tipos de latas de alumínio e garrafas.

O teor alcoólico da pitu cachaça é de 40%.

Pronto, com todas essas informações, você já sabe tudo sobre a boa e velha pitu cachaça.

×