CachaçaConheça os Segredos da Cachaça

https://www.cachacadesabor.com.br/wp-content/uploads/2021/05/pinga-boa.jpg

cachaça é uma bebida alcóolica típica e originária do Brasil, que hoje ganha os ares europeus e é uma das bebidas mais consumidas pelo mundo, sendo sinônimo de bom gosto e status fora do país.

Ela tem no seu país de origem um papel importante em diversos momentos da história, que vai desde a colonização até revoluções da república e a confecção das características brasileiríssimas.

E hoje ela não é só uma marca do nordeste brasileiro, mas um retrato geral da nossa cultura e é apreciada por todo aquele que tem bom gosto. Quer conhecer mais sobre essa obra prima? Acompanhe o artigo até o fim!

Cachaça – Definição

cachaça é um insumo de cana-de-açúcar feita no Brasil, com uma graduação do índice de álcool entre 38 e 48 feita a 20° C. Isso é o que torna a cachaça o que ela é.

Qualquer outra bebida derivada da cana-de-açúcar que seja feita em outras condições é considerada água ardente, isso também vale para bebidas fabricadas fora do Brasil com as mesmas condições da cachaça.

Por exemplo, uma bebida feita do mosto da cana com um grau maior de álcool ou com a quantidade de açúcar superior ao da fórmula da cachaça recebe o nome de água ardente de cana-de-açúcar.

A História da Cachaça no Brasil

cachaça como uma marca legitima brasileira, foi o primeiro destilado da América Latina, que foi criada por volta de 1516 e 1532 no litoral de Pernambuco.

Nos anos de 1530 houve um grande acréscimo de “casas de cozer méis”, os engenhos de açúcar, pois foi descoberto que a cana-de-açúcar produzia um caldo, o melaço e a espuma.

E se popularizou como uma bebida ofertada para os escravos, que no período era chamado de cagaço.

Essa proliferação dos engenhos logo deu resultado da mistura do caldo de cana fermentado com álcool, gerando assim a cachaça.

A sua performance pelo mundo começou como o escambo onde trocava-se litros da bebida por escravos provindos da África.

Assim deu aos engenhos outra finalidade, além da fabricação de açúcar, a de produção da cachaça. O que serviu para amenizar o frio dos imigrantes que vinham durante a extração do ouro em Minas Gerais.

Com o comércio forte da cachaça em território nacional e a queda do vinho e da bagaceira, a Corte Portuguesa proíbe o consumo e a fabricação e o comércio da cachaça, por diversas vezes.

Até que por volta de 1756, a Corte resolve taxar a cachaça, assim tornando-se uma das maiores fontes de arrecadação de impostos para fazer a reconstrução da cidade de Lisboa que sofreu com um terremoto em 1755.

Assim a cachaça começou a ser consumida em âmbitos reais e banquetes da Corte. Mesmo com a sua associação com os pobres, negros e índios, algo que dava a cachaça um ar de produto marginalizado.

Cachaça virou sinônimo de requinte e bom gosto

Hoje a cachaça é um produto altamente importado e com valores muito variantes e altos, sendo apreciada por sua singularidade e sabor.

Em 1996 o presidente Fernando Henrique Cardoso autenticou a cachaça como um produto legítimo nacional, assim como a sua fórmula. Assim foi criada uma criteriosa forma de fabricação e comércio.

Hoje há inúmeros alambiques que podem se encontrados em todos os estados brasileiros. Além de sua importação crescente que torna a cachaça uma amostra de qualidade e brasilidade pelo mundo.

Tipos de Cachaça

Há algumas variações da cachaça, podendo ser branca, amarela, doce entre outros.

Doce:quando há uma dosagem maior de açúcar do que 6 gramas por cada 30 litros.

Branca: esse tipo de cachaça pode ser ou não passa da madeira, ela tem gosto e o aroma muito mais próximo ao da cana-de-açúcar e não pode sofrer nenhuma mudança na cor.

Amarela: tem essa coloração, pois foi envelhecida na madeira, com isso absorve a cor amarela amadeirada, e também o sabor e o cheiro.

Dentro da cachaça que foi envelhecida na madeira há algumas distinções:

Cachaça armazenada: nesse processo de fabricação a cachaça passa um período de amaciamento que pode ser de meses a anos. Dentro desse período ela se mistura com o sabor e o aroma da madeira.

Cachaça envelhecida: a cachaça fica em tonéis de 700 litros repousando por até um ano, assim ela se mostra com um aroma e sabor mais apurado do que as demais, sendo classificada em Premium e Extra Premium.

Premium fica armazena com uma porção de 100% de álcool e não passa um tempo inferior a um ano, diferentemente da Extra Premium que tem o mesmo processo, só que fica por mais de três anos.

Cachaça é a Paixão dos Brasileiros

cachaça é uma marca do que é o brasileiro, dentro da sua história está mesclado com cada fase do Brasil e sua multiplicidade étnica.

Conheça Agora a Cachaça Rainha da Cana e suas Vantagens!

×