CachaçaO que é uma cachaça ouro?

https://www.cachacadesabor.com.br/wp-content/uploads/2021/07/cachaca-ouro_00003.jpg

A cachaça é uma das bebidas mais famosas e antigas de todo o Brasil, fazendo parte da história do nosso país e oferecendo uma diversidade, devido às suas diversas formas de produção, como a cachaça ouro.

Se você é um apreciador deste tipo de bebida, sabe que é muito importante reconhecer a diferença de cada um dos tipos de cachaças, para compreender como consumir de maneira recomendada.

Continue lendo a seguir e entenda o que é uma cachaça ouro, conhecendo suas principais características e formas de consumo.

Saiba mais sobre o que é a cachaça ouro e entenda como diferenciá-la

A cachaça é uma bebida muito tradicional e, por isto, é conhecida por muitos nomes populares, como pinga, aguardente, branquinha, entre outros.

Isto mostra como a história da cachaça foi se propagando durante os anos de sua produção, mostrando como esta bebida é familiar para os brasileiros, fazendo parte de sua formação.

E, por isso, é preciso entender mais sobre a sua história, conhecendo os tipos de cachaças existentes, como a cachaça ouro.

Para entender este ponto tão importante, primeiro é preciso observar o rótulo da garrafa e analisar as suas características principais.

Existem três tipos distintos de cachaças disponíveis:

  • A cachaça branca, que é aquela com aparência translúcida. A sua principal diferença é o seu engarrafamento, logo no momento em que sai do alambique.

O seu sabor, portanto, é mais puro e possui mais traços da cana-de-açúcar. Mas, apesar de ser considerada mais simples que as demais, este tipo de cachaça possui grande valorização e pode ser utilizada de diversas formas.

  • A cachaça prata é aquela que passa por um processo de descanso em barris de madeira.

Este período de descanso é menor que o envelhecimento e, por isto, a sua coloração não sofre nenhum tipo de alteração. Porém, apesar disto, seu aroma e sabor acabam se tornando mais macios, com características específicas deste tipo de processo.

  • Já a cachaça ouro recebe este nome devido à sua coloração amarelada, adquirida no processo de envelhecimento em barril de madeira.

Este processo ocorre por, em média, um ano, onde a cachaça se mantém em um barril, normalmente de carvalho e, com isto, acaba absorvendo as características da madeira, como o seu aroma e sabor.

Esta é a cachaça mais consumida em sua forma pura, já que o seu sabor acaba trazendo mais maciez ao paladar de seus apreciadores.

A cachaça ouro é feita para beber pura ou é possível fazer drinks com este tipo?

Além da apreciação da cachaça pura, é possível contar com a realização de diversos drinks que são conhecidos e apreciados em todo o país, como a caipirinha.

Mas, o que muitos dizem é que a cachaça ideal para fazer este tipo de receita são a prata e a branca, principalmente devido à sua coloração e sabor mais puro, oferecendo facilidade na obtenção do sabor das frutas.

Porém, apesar disto, é possível sim utilizar a cachaça ouro e ousar com as misturas, obtendo um sabor único e indescritível, de acordo com o gosto de cada pessoa.

O ideal é dosar na quantidade de cachaça colocada, para garantir que o sabor da fruta consiga ser apreciado e o álcool sentido, de forma harmoniosa.

Saiba quais são as madeiras que atuam no processo de envelhecimento da cachaça ouro

Como vimos acima, a cachaça ouro costuma passar por um processo de envelhecimento, em um barril de madeira, responsável por seu resultado final, com o seu sabor e aparência únicos.

Mas, apesar da madeira carvalho ser a mais utilizada, existem outros tipos de madeiras que podem compor a estrutura do barril e, com isto, podem atuar de forma diferenciada em seu envelhecimento.

Para entender o efeito de cada madeira, confira quais são os tipos mais utilizados para o envelhecimento da cachaça ouro e saiba mais sobre seu resultado:

  • Amendoim

Esta madeira faz com que o caráter da bebida seja assentado. Apesar do processo de envelhecimento a cachaça sofrer alteração e redução em teor alcoólico, este processo permite que a bebida tenha um perfume intenso e atenção para o sabor da cana-de-açúcar.

  • Bálsamo

O envelhecimento em bálsamo faz com que a cachaça ganhe um aroma diferenciado, com tons amadeirados.

A sua coloração aparece de forma mais escura, podendo até mesmo chegar a atingir um tom avermelhado.

  • Carvalho

O carvalho é o tipo de madeira mais utilizada e é comum no envelhecimento, utilizado desde a sua origem de produção.

A principal característica deste tipo de envelhecimento é o amaciamento da bebida, oferecendo um fundo adocicado.

A coloração de seu envelhecimento final é de amarelo claro.

  • Castanheira

O envelhecimento em castanheira é semelhante ao do carvalho e, com isto, oferece um toque adocicado para a bebida.

  • Ipê

O Ipê é uma madeira que traz maciez para a cachaça ouro, deixando ela mais saborosa ao paladar.

  • Jequitibá

Apesar das cachaças poderem ser envelhecidas em barris de jequitibá, a ausência de alteração na cor faz com que estas bebidas entrem na classificação de prata.

Porém, apesar de não mudar sua cor, este processo de envelhecimento faz com que a bebida fique mais macia ao paladar e diminua a sua acidez consideravelmente.

  • Umburana

Este processo de envelhecimento permite que o teor alcoólico da cachaça seja reduzido, assim como sua acidez, fazendo com que a bebida seja mais suave depois do processo em um barril de umburana.

A cachaça ouro é considerada uma das mais saborosas para apreciação e isto acontece graças ao processo de envelhecimento que esta bebida passa.

Por isso, é essencial buscar por uma cachaça que tenha passado por todo o processo de produção de forma única e eficiente, contando com uma produção totalmente artesanal.

Compre uma cachaça ouro de qualidade e aprecie esta bebida como desejar, sentindo o gostinho da história do Brasil mais perto de você.

×