CachaçaO que é um Aguardente?

https://www.cachacadesabor.com.br/wp-content/uploads/2021/05/aguardente.jpg

Nesse artigo você vai conhecer um pouco mais sobre bebidas alcóolicas como a aguardente, dando a sua definição, características e até a diferença entre a aguardente e a tão famosa cachaça.

Acompanhe essa matéria super divertida e instrutiva!

Aguardente – Definição

aguardente abrange todo tipo de bebida alcóolica que tenha uma carga muito alta de álcool, que passe pelo processo de destilação de mostos e cunho vegetal e açucarado.

aguardente é o nome generalizado para esse tipo de bebida com essa fabricação especifica, ou seja, o rum, vodca, a tequila o gim e até mesmo a nossa queridinha nacional, a cachaça.

A história de fabricação da aguardente remonta o passado com relatos de sua fabricação até no antigo Egito, assim como a Grécia Antiga e na Mesopotâmia. E é justamente da língua árabe que surge a palavra alambique e o álcool.

Com a grande expansão do império Romano, a aguardente alcança o Oriente Médio e a Europa, ganhando novas técnicas como o envelhecimento e as formas de alambiques similares aos nossos hoje.

Tipos de Aguardente

Aguardente vínica: esse tipo de aguardente se refere diretamente à produção de vinhos, como o vinho do porto. Onde se há uma importância muito grande no armazenamento e no seu envelhecimento (quando se é envelhecido).

As madeiras dos barris devem cumprir uma série de critérios que garantem um melhor sabor e a qualidade, assim como a complexidade da produção do vinho. E com um alto teor alcóolico que alcança 77% do seu valor total.

Aguardente bagaceira: deriva de bagaços com um teor alcoólico variante de 35% e a 54%.

Diferença de Cachaça e Aguardente

Já vou começar esclarecendo uma coisa: a cachaça é uma aguardente, sim. Porém nem toda aguardente pode ser classificado como cachaça. Vou explicar melhor.

Em 1996, o então atual presidente patenteou a cachaça como um produto legitimamente brasileiro, e para isso registrou as típicas fórmulas de produção da nossa cachaça.

Deve ter um teor entre 38% a 48% de sua quantidade ao total de álcool, confeccionada a 20 graus Celsius. A partir da destilação e uso do mosto da cana-de-açúcar, produzida em solo brasileiro.

Então, a bebida alcoólica que cumpre esses fatores de produção é chamada de cachaça. No caso do rum, que também é uma bebida feita a partir do mosto da cana-de-açúcar, não pode ser classificado como cachaça.

E há outro fator que diferencia a cachaça da aguardente, a cachaça no máximo alcança 48% de seu teor de álcool.

Já a aguardente pode alavancar essa quantidade facilmente, como a Slivovitz, a Tuica e a Grapa, com 50%. Já o uísque chega a 63,4% e o rum ao 80% de álcool.

Assim como não são cachaça outros subprodutos de destilação que não seja de cana-de-açúcar. Como por exemplo, aguardente de caju, que popularmente é conhecido como cachaça de caju, porém não é.

As demais que são destiladas passam por fermentação e derivam de mosto de algum vegetal é chamado de aguardente.

Envelhecimento das Aguardentes

aguardente chamada de envelhecida é aquela a qual seu destilado fica armazenado em tonéis de madeira por um período de tempo no qual ele irá perder alguns compostos e ganhar o aroma e o sabor da madeira.

Toda bebida destilada, após a destilação, precisa de um repouso de dois a três meses no mínimo, pois ela irá passar por processo químicos que deixam-na no ponto, ou seja, no buque correto.

Esse período de repouso que chamamos de envelhecimento é de no mínimo oito a doze meses, onde o sabor é variante de acordo do tipo de madeira no qual o destilado ficará.

Conclusão

aguardente é uma bebida alcóolica que é diferente da cachaça. Você conheceu pouco da trajetória dessa bebida e algumas especificações dela.

×